RJ distribui 193,5 mil vacinas de CoronaVac para 88 municípios

Deste número, 173.500 são para segunda dose de grupos prioritários, e outras 20 mil vão repor a primeira dose. Até este domingo, estado tinha 32 mil óbitos e 572 mil casos da Covid-19.


Governo do estado distribui vacinas para a segunda dose nesta segunda-feira (2)


Nesta segunda-feira (22), 88 municípios do Estado do Rio de Janeiro vão receber mais de 193 mil doses da CoronaVac contra a Covid-19.


Destas, 173.500 mil já são para a segunda dose dos grupos prioritários, e outras 20 mil, que estavam em reserva técnica, são destinadas à primeira dose.


A partir das 7h, quatro helicópteros vão decolar do 12º Batalhão de Polícia Militar, em Niterói, na Região Metropolitana, levando as doses para os municípios. Na sexta-feira (19), Rio de Janeiro, Niterói, Maricá e São Gonçalo retiraram os lotes.


Neste domingo, o Rio de Janeiro 32.173 óbitos e 572.007 casos de Covid-19 em todo o estado.



Aplicação de doses da vacina na Fiocruz — Foto: Mauricio Bazilio/Governo do Estado do Rio/Divulgação


De acordo com o vacinômetro da Secretaria de Saúde, 427.482 pessoas, foram vacinadas no RJ.


Com a distribuição das vacinas nesta segunda, o Rio de Janeiro chegou a 1.040.320 doses da vacina contra a Covid-19, sendo 855.320 da CorovaVac e 185 mil da Oxford/AstraZeneca.


O total distribuído até então era de 1.036.390 doses. Uma reserva técnica fica armazenada na Coordenação Geral de Armazenamento (CGA), em Niterói, para repor possíveis perdas.


Os critérios a serem seguidos nessa primeira fase de vacinação são:

  • Profissionais da saúde que atuam na linha de frente no combate à Covid19 e na vacinação

  • Pessoas com 60 anos ou mais vivendo em abrigos ou asilos

  • Pessoas maiores de 18 anos com deficiência institucionalizadas

  • Trabalhadores dessas instituições

  • Povos indígenas vivendo em terras indígenas

  • Idosos com mais de 90 anos.


2 milhões de doses da Índia


A Fiocruz vai receber na terça-feira (23) 2 milhões de doses de vacinas prontas do Instituto Sérum, na Índia.


No próximo sábado (27), está prevista a chegada de mais dois lotes do ingrediente farmacêutico ativo (IFA). A expectativa é que sejam produzidas cerca de 12 milhões de doses de vacina contra a Covid-19.


A Fiocruz informou ainda que o cronograma de produção do IFA nacional está dentro da normalidade e a previsão é que em abril a planta industrial de Bio-Manguinhos já esteja pronta para o início da produção no Brasil.


Nova variante no RJ


A Secretaria de Saúde do Estado do Rio (SES) investiga oito possíveis novos casos da variante britânica do novo coronavírus.


Na quarta-feira (17), o estado já havia confirmado a existência na nova cepa , quatro com a variante brasileira e um com a britânica.



Novo lote de doses da CoronaVac chega a Maricá, no RJ na sexta-feira (19) — Foto: Anna Beatriz Lourenço


No mesmo dia foi divulgada e morte do primeiro desses cinco pacientes. Na sexta-feira (19), morreu a segunda pessoa contaminada com a nova variante no estado.


De acordo com a SES, um dos pacientes diagnosticados com a nova variante mora no Rio de Janeiro, mas, dias antes de manifestar sintomas, participou de uma reunião de família, em Nova Friburgo, com pelo menos outras oito pessoas. Todas estão sendo analisadas pela secretaria.


De acordo com a Subsecretaria de Vigilância em Saúde, a chegada das variantes da Covid-19 ao estado era prevista. Tanto que uma nota técnica sobre o tema já havia sido enviada aos municípios no início do mês, com recomendações sobre a identificação dos novos casos.


O dono da casa foi diagnosticado com Covid-19 um dia após a reunião. A investigação epidemiológica aponta que o caso identificado da cepa britânica pode estar relacionado a este caso de Nova Friburgo. O homem não relata viagens a locais onde a variante esteja em circulação em contato com pessoas que estiveram nestas áreas.


Ele já está recuperado da doença e, segundo o poder estadual, prestou todas as informações necessárias. Segundo a secretaria, o sequenciamento genético não será possível pois não há material para análise.


Ao todo, o Estado do Rio possui cinco casos confirmados de novas variantes, sendo um deles com a do Reino Unido (B.1.1.7.) e outros quatro com a mutação encontrada em Manaus (P.1).


Dois deles morreram, sendo um morador de Belford Roxo e outro vindo de Manaus. A SES destaca que, em ambos os casos, não é possível afirmar que houve agravamento dos casos por causa da mutação do vírus.


Fonte: G1

4 views0 comments

O sindicato representa os servidores estaduais, municipais e terceirizados que atuam nos serviços públicos de saúde no Estado do Rio de Janeiro.

FALE CONOSCO
Entre em contato com o SindSaúdeRio
através dos nossos canais:
Email: secretaria@sindsauderio.org.br
Fone: (21) 3177-7777

 

NEWSLETTER
Quer acompanhar o SindsaúdeRio mais de perto? Cadastre-se

 

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

© Copyright 2021 - Todos os direitos reservados à SEESS-RJ